• Ilustração de um banheiro com uma banheira branca, pia, espelho e prateleiras
    Minimalismo

    14 coisas para destralhar do banheiro hoje

    Um cômodo da casa que pode acumular bastante tralha é o banheiro. Então resolvi fazer uma lista com itens para destralhar do banheiro. Se gostarem desse tipo de post, me avisem que aí posso fazer uma série falando de outros cômodos também.

    14 itens para destralhar do banheiro já

    1. Amostras de produtos

    Sabe aquelas mini amostras de perfume, de hidratante ou de outros produtos de higiene e perfumaria? Se você tem esses itens parados há meses no seu banheiro e não usou até hoje, tem grandes chances de você continuar não usando. Portanto, se desfaça disso logo.

    1. Medicamentos vencidos

    Guardar remédios vencidos é uma péssima ideia. Faça uma triagem e jogue fora (adequadamente) o que estiver fora da validade.

    Aliás, você sabia que por causa da umidade o banheiro não é o melhor local para armazenar medicamentos? Então aproveite e encontre um lugar em outro cômodo para esse tipo de item.

    1. Cosméticos e perfumes que você não gosta do cheiro

    Às vezes você ganha um perfume e não gosta do cheiro. Ou você compra um hidratante sem experimentar a fragrância e não consegue usar porque não gostou.

    Elimine esses itens do seu banheiro. Se estiverem dentro da validade, dê para alguém.

    1. Produtos de cabelo que não funcionam mais para seu momento

    Você pintou o cabelo de loiro e comprou alguns produtos específicos para cabelo tingido. Agora você está com seu cabelo da cor natural e não pretende voltar a tingir. Pare de ocupar espaço com essas coisas e desapegue.

    1. Escovas de dentes velhas

    Esse item é para te lembrar que escovas de dentes devem ser trocadas a cada 3 meses. Aliás, escovas de dentes velhas são ótimas para limpar alguns cantinhos da casa. Quando for jogar fora, separe uma para usar na limpeza.

    1. Elásticos de cabelo que estão frouxos

    Elástico de cabelo é uma coisa fácil de acumular. É pequeno, barato e as mulheres gostam de ter vários. Com o uso, os elásticos vão perdendo a elasticidade. Então faça um limpa e mantenha só aqueles que estão em bom estado.

    1. Itens duplicados ou que você não usa

    Escovas de cabelo, pinças, lixas de unha são alguns dos objetos que costumam se multiplicar nos banheiros. Mantenha só aqueles que você usa.

    1. Lâminas de barbear cegas

    Lâminas cegas só servem para você se cortar e dificultar o processo de depilação. Jogue fora já.

    1. Embalagens desnecessárias

    O vidro de perfume vem dentro de uma caixa. A pasta de dentes também vem em uma caixinha. Jogue essas embalagens fora e mantenha apenas aquela em que o produto realmente está acondicionado.

    1. Cosméticos / produtos de higiene que não deram certo para você

    Mulheres adoram testar cosméticos novos, né. Seja porque encontrou uma promoção, ou porque uma amiga indicou algo interessante. Mas nem tudo que testamos funciona para a gente. Se estiver com itens parados, que não deram certo para você, é hora de mandá-los embora.

    1. Produtos em excesso nas superfícies

    Mantenha a pia o mais livre de produtos possível. Guarde os objetos em prateleiras, gavetas ou armários. Itens que são usados juntos podem ser guardados no mesmo recipiente, para facilitar na hora de pegar.

    Eu gosto de deixar em cima da pia apenas um sabonete para as mãos, escova de dentes e creme dental.

    1. Decoração em excesso

    Excesso de decoração só serve para acumular sujeira e dificultar a limpeza. Mantenha apenas um ou outro item de decoração para dar um toque ao ambiente.

    1. Brinquedos de banho que não são mais usados

    Isso é para quem tem criança em casa. Os pequenos costumam adorar brincar na hora do banho. Mas verifique se todos aqueles brinquedos acumulados no box estão sendo usados. Seu filho ainda brinca com todos?

    Na dúvida, tire do banheiro algum brinquedo que não está em uso, mas guarde em outro local caso a criança sinta falta.

    1. Esmaltes duros / vencidos

    De um modo geral, as brasileiras são muito vaidosas com as unhas. Como esmalte é um item relativamente barato, é comum algumas mulheres comprarem vários para ir variando. Dê uma conferida no que você tem e jogue fora aqueles que estiverem ressecados ou vencidos.

    O que mais você acha que dá para destralhar do banheiro? Deixe sua sugestão aqui nos comentários.

  • Minimalismo,  Vida

    Assisti: Movimento Tiny House

    Tiny house branca com deck.

    Vi recentemente que a Netflix lançou uma série chamada “Movimento Tiny House”. De cara me interessei e em um final de semana maratonei a primeira temporada, que é o que foi disponibilizado por enquanto.

    A série traz um conceito de casas minúsculas que ainda não encontramos no Brasil, pois são casas móveis. Não são motor homes ou trailers, mas são micro casas que podem ser transportadas de um lugar para o outro, podem ser colocadas no quintal de uma casa maior, etc.

    Cada episódio mostra uma família e fala dos motivos pelos quais ela decidiu optar por uma tiny home. É muito interessante ver que com boas ideias e criatividade é possível otimizar ao máximo o pequeno espaço do lar. Há todo um mercado especializado em móveis multifuncionais e planejados para otimizar esses micro espaços. Além disso, a série também traz algumas dicas para quem precisa ou deseja reduzir a quantidade de coisas que possui.

    Particularmente, eu gosto bastante desse conceito de pequenos lares. Quando eu casei, fui morar em um apartamento de menos de 40 m2 em São Paulo. Eu adorava meu apê. É muito prático viver em um pequeno lar, fora que muitas vezes, acho que pode parecer até mais aconchegante. Alguém mais assistiu à série? O que acharam?

  • Minimalismo

    O que fazer com um presente que ganhamos e não gostamos

    Embalagem quadrada de presente cor kraft com fita dourada.

    Recentemente passei por uma situação desagradável. Ganhei um presente de aniversário que não gostei nem um pouco. Não foi a primeira vez que isso aconteceu. Mas dessa vez fiquei mais incomodada por alguns motivos:

    1. era um presente caro;
    2. estou em uma fase minimalista, na qual só desejo ter o que realmente amo;
    3. para trocar o presente eu teria que falar para a pessoa que não gostei ou inventar alguma desculpa.

    Não sou boa de improvisação. Por isso, fiquei em uma sinuca de bico, como dizem por aí. Afinal, a pessoa havia investido tempo e dinheiro para procurar algo que eu gostasse. E eu não queria magoá-la.

    Na hora que eu recebi o presente, apesar de logo de cara eu não ter curtido, só consegui agradecer e dizer que tinha gostado muito. Depois de já ter falado isso, para consertar, ficaria mais difícil. Pensei em algumas opções de desculpa para dizer posteriormente, como por exemplo “acabei ganhando algo parecido, por isso estou pensando em trocar”, mas achei que a pessoa poderia perceber a mentira e aí as coisas ficariam piores.

    O presente foi comprado em uma loja que só tem na cidade da pessoa, não é uma franquia nem nada. Por isso, para eu trocar teria que ir pra lá dentro do prazo de troca da loja. Além disso, cogitei ir à loja trocar sem falar com a pessoa que me presenteou, mas achei que correria o risco de ela voltar na loja em algum momento próximo e a vendedora comentar que tinham ido trocar o presente dela (coisas de cidade pequena), o que ficaria ainda pior pra mim.

    Conclusão: não troquei o presente, mas fiquei chateada por ficar com algo caro encalhado aqui sem usar. Então decidi nem tirar a etiqueta da peça e colocar para vender online. Até agora não consegui vender, mas espero que mais cedo ou mais tarde dê certo.

    Mas aprendi uma lição: na próxima vez vou ser mais sincera com a pessoa que me presenteou, mas tomando bastante cuidado para escolher as melhores palavras e não magoá-la. Afinal, se ela realmente estiver pensando em me agradar com o presente, acho que não vai ficar chateada, né.

    E vocês, já passaram por alguma situação parecida com essa? Se sim, como reagiram?

    P.S.: Acho que sou meio extremista. Uma vez ganhei uma roupa de presente da minha mãe e caí no riso porque achei muito brega. Mas era minha mãe, então foi mais fácil, Ela não ficou chateada e eu troquei o presente sem problemas.

  • Minimalismo

    Diário Minimalista – Março

    Oie, gente. Tudo bem? Segue o meu diário minimalista do mês de março. Contem nos comentários se vocês têm feito diário minimalista e como estão se saindo. Beijos!

    Doei:

    • 2 livrinhos de receita
    • 1 carteira
    • letras decorativas
    • 1 relógio de parede
    • 1 vestido
    • 2 blusas
    • 1 bolsa

    Joguei fora:

    • 2 batons
    • papéis
    • 1 primer
    • 1 agenda

    Vendi:

    • 1 bolsa
    • 2 livros

    Comprei:

    • 1 bolsa
    • 1 carteira
  • Minimalismo

    Diário Minimalista – Fevereiro

    Nesse mês que passou, consegui me desfazer de um número razoável de coisas. Só comprei itens que precisei para ir à praia.

    Doei:

    • 2 paletós de terno
    • 1 árvore de Natal
    • 1 quadro de recados com ímã
    • 1 bolsa
    • 1 saída de praia
    • 1 kit de DVDs
    • 1 livro de mensagens bíblicas 2016

    Joguei fora:

    • 2 pilhas
    • 2 peças internas de um computador (não sei o nome)
    • 1 paleta de sombras (estava vencida)
    • 2 lápis de olhos (vencidos também)

    Comprei:

    • Um protetor solar para o corpo
    • Um biquini
  • Casa,  Minimalismo

    O que fazer com o destralhe

    O que fazer com o destralhe

    É comum vermos por aí dicas para escolher itens na nossa casa para desapegarmos, mas o que quase ninguém ensina é o que fazer com esses objetos que não queremos mais.

    Hoje vou contar algumas formas que eu uso para me desfazer daquilo que não desejo mais.

    1. Vendas online

    Basicamente eu utilizo dois sites: a OLX e o Enjoei. Já usei muito a OLX, mas ultimamente não tenho conseguido fazer muitas vendas por lá. A OLX não cobra nenhuma taxa do vendedor. No entanto, não oferece um sistema seguro de pagamentos. A maioria das vendas que já fiz por lá foi pessoalmente. Por isso, se você mora em uma cidade muito pequena, fica mais difícil encontrar compradores lá.

    O Enjoei é um site muito seguro, pois o comprador paga diretamente para eles e só depois que o produto for entregue é que o vendedor recebe o dinheiro. Eles fazer promoções frequentes e tem uma equipe forte de marketing. No entanto, isso tem um custo. Eles cobram uma comissão que varia entre 18,5% e 20% de comissão, de acordo com o valor do produto.

    2. Vendas físicas

    Se você tem uma boa rede de contatos, pode tentar fazer vendas pessoalmente ou até montar um bazar na sua casa, como a gente vê nos filmes americanos.

    Para vender roupas, você pode procurar algum brechó na sua cidade. Eles dificilmente vão pagar mais do que R$ 10,00 em uma peça (a não ser que seja algo de grife), então o interessante é levar bastante coisa para poder lucrar com a quantidade.

    3. Doação

    Nem sempre é tão fácil encontrar quem receba doações, principalmente se não for de roupas e sapatos. Existem algumas instituições que recebem itens diversos para doação, pois eles revendem esses itens com o intuito de arrecadar algum dinheiro para utilizar em suas necessidades.

    Pesquise se existe algo assim na sua cidade. Igrejas também costumam receber doações. E, claro, você também pode doar para pessoas conhecidas ou até presentear alguém.

    4. Lixo

    Tem certos itens que não tem outra solução, a não ser ir para o lixo mesmo. Porém, tente descartar tudo da melhor forma possível. Eu confesso que nem sempre consigo, pois não moro em uma cidade grande e nem sempre encontro alguma instituição ou cooperativa que receba determinados itens.

    Pesquise se há perto de você alguma cooperativa que faça coleta seletiva. Em alguns locais, como determinados supermercados, bancos e grandes empresas existem aquelas lixeiras coloridas para coleta seletiva. Leve até essas lixeiras o que for possível.

    No site Ecycle, você digita o que precisa descartar, seu endereço e ele te informa se há algum local adequado na sua cidade para isso. Sei que O Boticário recebe embalagens das marcas que fazem parte do grupo deles e destinam para a reciclagem. É só ir até uma loja e depositar lá em uma caixinha.

    A M.A.C. também tem um programa interessante, mas não sei informar exatamente como funciona. Sei que você junta embalagens de produtos da M.A.C que já acabaram e depois que você acumular um determinado número de embalagens, leva na loja e troca por um batom. Super legal, né.

    Bom, se vocês conhecerem outras dicas, deixem nos comentários que eu vou adorar saber!