Vida

Quando imprevistos acontecem

Lata deitada em uma prateleira de um refrigerador.

Estou sem geladeira. Na quarta-feira à tarde, abri o freezer da geladeira para pegar algo e reparei que havia pequenos cristais de gelo em volta das embalagens que lá estavam, o que não era normal. Apesar de estranhar, não dei muita importância ao fato.

No dia seguinte cedo, abri a porta da geladeira para pegar alguma coisa e notei que tinha uma sujeira líquida na parte superior da porta. Deu pra notar que aquele líquido estava vindo do freezer. Abri o freezer e percebi que as coisas estavam descongelando.

Desligamos o refrigerador da tomada e ligamos novamente na esperança de que voltasse a funcionar. Limpamos o grosso e fomos trabalhar. Quando voltamos na hora do almoço, esperançosos, percebemos que tanto a parte da geladeira quanto a parte do freezer não estavam funcionando. A essa altura, as coisas já estavam ainda mais descongeladas. Pra piorar, o dia estava super quente.

Na tentativa de evitar que as coisas estragassem, meu marido correu para comprar sacos de gelo para colocar os alimentos para gelar. Desligamos o refrigerador novamente, mas agora com a intenção de deixar mais de 24 horas desligado. (Uma outra vez em que a geladeira deu problema, fizemos esse descongelamento de mais de 24 horas e resolveu).

Aqui outro parêntese. Eu gosto muito de praticidade na minha vida. Por isso, tenho o hábito de manter meu freezer sempre mais para cheio. É muito raro ele não estar pelo menos 50% cheio. Tenho sempre opções de carnes para fazer, assim como alguns alimentos prontos, como feijão, arroz, carne moída, frango desfiado, enfim…

Portanto, a geladeira até que não estava tão cheia, mas o freezer… Foi necessário comprar gelo na hora do almoço. À noite, meu marido levou o que cabia para a casa do meu irmão, e comprou mais gelo para o que ficou em casa. No outro dia de manhã, mais gelo. Na sexta-feira na hora do almoço, resolvemos tentar ligar novamente. Nada de funcionar.

Marcamos com um técnico para ir lá dar uma olhada, mas como íamos viajar no final de semana, a visita dele ficou para segunda-feira cedo. A essa altura, eu já tinha conversado com meu marido e tínhamos decidido que, caso desse para consertar, só mandaríamos para o reparo se fosse algo que ficasse pronto em até 1 dia. Se fosse algo que dependesse de trocar uma peça, por exemplo, ia demorar muito e não poderíamos ficar tanto tempo assim sem geladeira. 

Bom, o técnico foi lá hoje e constatou que o motor havia queimado. Ou seja, íamos precisar comprar outro refrigerador. A gente já tinha começado a dar uma pesquisada em modelos. Refinamos nossa pesquisa (inclusive pedimos dicas ao técnico, afinal, é uma pessoa que sabe que marcas dão mais problema e tal) e saímos pela manhã para comprar uma geladeira nova. Optamos por comprar em loja física porque o prazo de entrega é menor do que em uma loja virtual. E eu ainda saí determinada a conseguir um preço semelhante ao visto na internet.

Aliás, aproveite para conferir o post 12 Dicas para economizar. Assim você pode ter ideias de como economizar e guardar um dinheiro para esses imprevistos financeiros.

No fim, acho que fizemos um bom negócio, porque pechinchamos e pagamos apenas cerca de R$ 90,00 mais caro do que na loja online mais barata. O duro é que o produto ainda vai demorar 2 dias para chegar.

Resumindo, resolvi contar essa história doméstica porque em tempos de vida perfeita no Instagram, parece que nada de errado ou ruim acontece com os outros, apenas com a gente. Precisamos nos lembrar diariamente que, sim, os problemas também acontecem com os outros, até com as celebridades, mas algumas pessoas optam por não mostrar isso. Escolhem mostrar apenas o lado bom da vida. Porém, a realidade é que as coisas quebram, estragam, temos diversos problemas o tempo todo, nem por isso a nossa vida é ruim ou a dos outros é melhor. Vamos nos lembrar disso!

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *