Finanças,  Organização

Organização financeira: primeiros passos para economizar

Organização financeira: primeiros passos para economizar
Foto por maitree rimthong em Pexels.com

Minha mãe sempre me ensinou a ser uma pessoa econômica e guardar dinheiro. Quando eu conheci o meu marido, aprendi a fazer isso de uma forma mais organizada. Ele mantinha uma planilha no Excel onde separava uma aba por mês e listava as categorias e os valores gastos.

Atualmente nós usamos o aplicativo Minhas Economias. Na verdade, uso mais a versão para PC mesmo. Nós não deixamos passar nada. Se doamos R$ 1,00 para alguém na rua, anotamos no nosso extrato de gastos. Isso ajuda muito a ter um controle e a saber em que estamos gastando nosso dinheiro.

Muitas vezes não sabemos como o dinheiro acaba tão rápido e, fazendo um controle, podemos identificar que aquele cafezinho diário, aparentemente inocente, está custando R$ 100,00 por mês, por exemplo.

Aqui é só um exemplo. A questão não é sobre o cafezinho. Se tomar um café na rua for importante para você e sua situação financeira não estiver apertada, sugiro que o mantenha.

Mas pode ser que, sem perceber, você esteja gastando seu dinheiro com algo que nem seja importante para você. Nesse caso, o controle financeiro vai ajudar a identificar esse gargalo.

Além disso, uma boa organização financeira auxilia no planejamento de nossas metas e objetivos. Organizando as contas, você consegue programar melhor a compra de um celular, uma viagem dos sonhos, entre outras coisas.

Como começar

Minha sugestão é a seguinte: faça uma planilha, procure um aplicativo que te agrade ou use um caderno. A ferramenta não importa. Escolha o que você achar mais prático e comece a registrar todos os seus gastos, separando por categorias.

Defina bem as categorias, crie subcategorias e registre tudo direitinho. Se você fizer anotações muito genéricas, vai ficar mais difícil de identificar para onde está indo o seu dinheiro.

Seja honesto e anote tudo mesmo. Ao final do mês, veja quanto você gastou. Registre também sua receita mensal. Olhe bem para seu extrato e defina um limite de gastos mensal. Lembre-se de incluir um orçamento para algum lazer e imprevistos que acabam surgindo.

Após definir seu orçamento mensal, é hora de separar um valor para investir. Por exemplo, vamos supor que sua média mensal de gastos seja R$ 1.900,00 e seus ganhos mensais sejam de R$ 2.100,00. Então, vai sobrar R$ 200,00 para você guardar.

Se você tiver um salário fixo, você pode ter um valor pré-definido para investir. Quando receber, já tire da conta o valor que irá economizar. Caso não tenha um rendimento fixo, tudo bem também. Sabendo quanto você gasta (se imponha um limite), é só subtrair dos seus ganhos para definir o valor a economizar.

O importante é o seguinte. Após começar a registrar suas despesas, você deve fazer uma análise da sua situação financeira. Quanto está gastando? Dá para diminuir algum gasto?

A partir desta análise, defina um valor para investir todo mês. Se ficar esperando sobrar dinheiro, nunca vai sobrar. Assim que receber seu salário, já separe o valor a investir e aplique o quanto antes.

Agora que você já sabe como começar, deixa eu te contar 12 dicas para economizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *